CPJA debate Segurança Pública com pesquisadores e lideranças da sociedade civil

CPJA debate Segurança Pública com pesquisadores e lideranças da sociedade civil

O CPJA (Centro de Pesquisa Jurídica Aplicada) da DIREITO GV reuniu pesquisadores e lideranças da sociedade civil para debater avanços e recuos relacionados a políticas públicas adotadas quanto a segurança pública nos últimos 20 anos, tema de paper encomendado pelo CPJA aos pesquisadores Renato Sérgio de Lima, Samira Bueno e Guaracy Mingardi.

 

O texto debatido defende um programa de trabalho procure um ponto de equilíbrio entre a análise de propostas de reformas normativas e o mapeamento e documentação de práticas e de medidas incrementais exitosas na redução do crime, prevenção da violência e garantia de Direitos Humanos. Para tanto, os participantes do debate reforçaram a importância de um olhar sistêmico sobre os problemas apresentados pelo texto e, sobretudo, o desenho de uma linha de trabalho que os analise a partir das diferentes disciplinas científicas, incluindo o Direito, as Ciências Sociais e a Administração Pública.

 

Os participantes concordaram que o trabalho pode balizar o debate e trazer elementos para a discussão dos principais itens da agenda da segurança pública do país. Todavia, para trazer novos atores, o grupo entendeu que a agenda de pesquisa do CPJA que começou a ser desenhada pode contribuir, também, para subsidiar novas atividades do projeto #quebrasilqueremos. Entre as ações pensadas, o grupo planeja aproveitar o texto para iniciar uma reflexão sobre as PEC (Propostas de Emenda à Constituição) 51 e 102, que são aquelas hoje que mais avançam num projeto de mudanças da área, decompondo o impacto de cada mudança pensada no cotidiano do sistema de justiça criminal e segurança pública do país e, sobretudo, da população brasileira.

 

Estiveram presente ao encontro representantes da DIREITO GV, da Conectas Direitos Humanos, do Instituto Sou da Paz e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 

10/11/2013

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação

To prevent automated spam submissions leave this field empty.